Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de outubro, 2016

RELIGIOSIDADE MORTA E VIDA ESPIRITUAL

A falta de uma vida íntima com Deus por meio da oração, da reflexão em sua Palavra e da busca pela santidade pode levar o cristão à idolatria e a transformar-se em mero frequentador de igreja, cumpridor de rituais e servo de uma cultura eclesiástica que, por vezes, o distancia de Deus. O profeta Jeremias mostra isso, em sua dura profecia aos seus contemporâneos, momentos antes do Reino de Judá ser levado cativo para a Babilônia, em 586 a.C..  Os judeus, embora vivendo longe de Deus, em pecado, sentiam-se seguros quanto a sua salvação por causa de sua prática religiosa. Mas Deus, pela boca do profeta, falava que seus holocaustos de nada valiam, pois não eram acompanhados de sincero arrependimento e alegre obediência (7.21-23). Dizia o SENHOR, por meio do profeta: “vocês pensam que pode roubar e matar, cometer adultério e jurar falsamente, queimar incenso a Baal ... e depois vir e permanecer perante mim neste templo, que leva o meu nome, e dizer: estamos seguros!” (7.9). A

O IMPÉRIO DAS TREVAS

Do início ao fim das Escrituras sagradas, nota-se a existência de um verdadeiro império das trevas que luta contra Deus e os que o temem. Observa-se ainda, na trama bíblica, que o homem se encontra mergulhado em profundo sofrimento, pois “o mundo todo está sob o poder do Maligno” (1João5.19). Como pode isso? Como Deus permite isso? De acordo com a narrativa bíblica, a humanidade ficou sujeita a influência de Satanás quando decidiu não seguir a orientação divina, mas a palavra da “antiga serpente” quanto a comer ou não da árvore do conhecimento do bem e do mal (Gênesis3; Apocalipse12.9). Esse complexo tema já foi tratado aqui, no blog, sob o título “Por que Existe o Mal?”. Convido-o à leitura. Mas quem é Satanás? Qual é a sua origem? Como ele e seus demônios surgiram? Os profetas Isaías e Ezequiel falaram sobre um “querubim” que, em seu coração, desejou a posição do Altíssimo, mas Este o expulsou de seu Reino (Is14-12-14;Ez28.12-15). Orígenes (c.185-253d.C.), teólogo egípcio, de A